O sistema climático é complexo, não linear e, à luz do conhecimento atual dos fenômenos físicos, não é possível predizer com baixo grau de incerteza como o sistema reagirá em relação a todas as alterações a que ele está sujeito.


LUCI HIDALGO NUNES (2009)
IN POPULAÇÃO E MUDANÇA CLIMÁTICA: DIMENSÕES HUMANAS DAS MUDANÇAS AMBIENTAIS GLOBAIS

Configura-se, assim, o eterno dilema da Climatologia Geográfica: primeiro destruir para depois recompor ou ir direto a gênese dos fenômenos?


JOÃO AFONSO ZAVATTINI E MARCOS NOBERTO BOIN
CLIMATOLOGIA GEOGRÁFICA: TEORIA E PRÁTICA DE PESQUISA (2013)

Qualquer classificação climática deve acompanhar de perto a realidade viva.


MAX SORRE
OBJETO E MÉTODO DA CLIMATOLOGIA (1934)

...o ambiente atmosférico é corresponsável na diversificação espacial do complexo geográfico..


WALTER CECILIO BRINO
CONTRIBUIÇÕES À DEFINIÇÃO CLIMÁTICA DA BACIA DO RIO CORUMBATAÍ...(1973)

Conhecer a atmosfera do planeta Terra é uma das aspirações que vêm sendo perseguidas pela humanidade desde os tempos mais remotos.


FRANCISCO MENDONÇA E INÊS MORESCO DANNI-OLIVEIRA (2007)
CLIMATOLOGIA:NOÇÕES BÁSICAS E CLIMAS DO BRASIL

...Despontam vivendas pobres; algumas desertas pela retiradas dos vaqueiros que a seca espavoriu...


EUCLIDES DA CUNHA
TRECHO DO ROMANCE OS SERTÕES

Em nenhuma parte do mundo o regime de precipitação pluviométrica é distribuído igualmente.


EDMON NIMER E ANA MARIA P.M. BRANDÃO
BALANÇO HÍDRICO E CLIMA DA REGIÃO DOS CERRADOS (1989)

É impressionante como o cheiro que exala do solo recém molhado pela chuva me faz lembrar de minha avó. Lembro-me de vê-la falar....Esta é melhor para se beber, é água de chuva.


CHARLEI APARECIDO DA SILVA
Dissertação da Mestrado (2001)

...A intensidade de urbanização, expressa em termos de espaço físico construído, altera significativamente o clima.


MAGDA ADELAIDE LOMBARDO
ILHA DE CALOR NAS METRÓPOLES: O EXEMPLO DE SÃO PAULO (1985)

Mandacaru Quando fulora na seca É o sinal que a chuva chega No sertão


ZÉ DANTAS E LUIZ GONZAGA
O XOTE DAS MENINAS

33ª Conferência Anual da Associação Internacional de Climatologia

A 33ª Conferência Anual da Associação Internacional de Climatologia será realizada na cidade de Rennes, na França, nos dias 1 a 4 de julho de 2020.



O tema geral da conferência será "Mudanças Climáticas e Territórios", tendo como temas maiores e transversais: Mudança climática e Viticultura; Clima Urbano; Perigos Climáticos; Clima e Saúde; Poluição do ar; Clima e sensoriamento remoto; Modelagem climática; Topoclimatologia e Agroclimatologia.



O site oficial da Conferência estará disponível a partir de setembro: https://aic2020rennes.sciencesconf.org



Apresentação de propostas:

Os autores são convidados a enviar um resumo simples de 2500 caracteres até 22 de novembro de 2019, através do site da conferência: https://aic2020rennes.sciencesconf.org



A aprovação do resumo será feita até o dia 22 de dezembro de 2019. Em seguida, os autores deverão enviar um resumo expandido entre 4 a 6 páginas até o dia 14 de fevereiro de 2020, que passará por um processo de revisão. O texto final, aprovado pelo comitê científico, será publicado nos Anais da Conferência mediante pagamento da taxa de inscrição do primeiro autor.



Mais informações e outras orientações para os autores serão fornecidas no site da conferência.



Siga a página da Associação Brasileira de Climatologia no facebook [https://www.facebook.com/abclimatologia/].

Filie-se pelo site www.abclima.ggf.br

© 2019 - ABClima - Todos os direitos reservados.
Idealização e desenvolvimento: Charlei A. da Silva (2013/2014)
Programação: Excla!m