...Quando um estreito frio, ou que ameaçava chuva, elas davam anúncio, uma dor surda, mas bem penosa, e umas pontadas.


JOÃO GUIMARÃES ROSA
TRECHO DO ROMANCE NOITES DO SERTÃO

Ao longo dos séculos, os observadores do céu, como agricultores, pastores e navegantes, acumularam conhecimentos práticos que permitiram compreender melhor as mudanças do tempo.


PROJETO BRASILEIRO PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA: O TEMPO E O CLIMA (1980)

Não é possível qualquer explicação do clima sem a associação dos vários fatores determinantes e que se conjugam.


MARIA JOSÉ ARAGÃO
HISTÓRIA DO CLIMA (2009)

Ninguém sabe exatamente o que move o pêndulo climático.


BRIAN FAGAN
O AQUECIMENTO GLOBAL: A INFLUÊNCIA DO CLIMA NO APOGEU E DECLÍNIO DAS CIVILIZAÇÕES (2009)

...devemos prosseguir em atividade, trabalhando com os meios ao nosso alcance pois há uma tarefa enorme a realizar, cujas perspectivas são ilimitadas, sobretudo nas latitudes tropicais onde tanto está ainda por investigar no domínio atmosférico.


JOSÉ BUENO CONTI
CIRCULAÇÃO SECUNDÁRIA E EFEITO OROGRÁFICO NA GÊNESE DAS CHUVAS NA REGIÃO LESNORDESTE PAULISTA (1973)

O estudo do tempo e do clima ocupa uma posição central e importante no amplo campo da ciência ambiental.


J.O. AYOADE
INTRODUÇÃO À CLIMATOLOGIA PARA OS TRÓPICOS (1991)

- E nem chove, hein, Mãe Nácia? Já chegou o fim do mês...Nem por você fazer tanta novena... - Tenho fé em São José que ainda chove! Tem-se visto inverno começar até em abril.


RACHEL DE QUEIROZ
TRECHO DO ROMANCE O QUINZE

Os estudos na área de Climatologia contribuem, de forma cada vez mais intensa, no entendimento das relações dos eventos climáticos com a sociedade.


MARCOS ALEXANDRE MILANESI E EMERSON GALVANI
IN CLIMATOLOGIA APLICADA: RESGATE AOS ESTUDOS DE CASO (2012)

Los temas estudiados por La climatologia están intimamente entremezclados com los hechos que se producen em La vida de todos los dias.


A. AUSTIN MILLER (1957)
CLIMATOLOGIA

Em nenhuma parte do mundo o regime de precipitação pluviométrica é distribuído igualmente.


EDMON NIMER E ANA MARIA P.M. BRANDÃO
BALANÇO HÍDRICO E CLIMA DA REGIÃO DOS CERRADOS (1989)

"Crise climática ameaça tornar ciclones bomba frequentes na Região Sul" - Entrevista Prof. Dr. Francisco Eliseu Aquino (UFRGS)

Climatologista alerta que aquecimento global já prolonga estiagem e provoca eventos extremos de chuva e vento na Bacia do Rio da Prata.



"A Bacia do Prata sempre foi uma região onde surgem ciclones. Entretanto, o que estamos observando, é que, com a mudança da circulação atmosférica entre o trópico e a Antártica, os ciclones podem ficar mais intensos, mais perigosos. Por isso, chama a atenção dois ciclones bomba em uma semana, com danos significativos para a população", disse o Professor Dr. Francisco Eliseu Aquino Climatologista e pesquisador da UFRGS.



Confira a entrevista em: https://projetocolabora.com.br/ods13/crise-climatica-ameaca-tornar-ciclone-bomba-frequente-na-regiao-sul/?fbclid=IwAR3TaTWCwodgRLVnyFMiJ91j6nMwSRmies3IEKMQYTeRIJrKN9sF-_CYqsI



Fonte: VALPORTO, O. Crise climática ameaça tornar ciclones bomba frequentes na Região Sul. Projeto Colabora. Acessado em 24 jul 2020. Disponível em: .



Acompanhe a Associação Brasileira de Climatologia nas redes sociais:

Facebook [https://www.facebook.com/abclimatologia]

Instagram [@abclimatologia]

YouTube [https://www.youtube.com/channel/UCX9jkpyF3Ou5xayX2prQ9vg]

Filie-se pelo site www.abclima.ggf.br

© 2020 - ABClima - Todos os direitos reservados.
Idealização e desenvolvimento: Charlei A. da Silva (2013/2014)
Programação: Excla!m