Entonce o nortista Pensando consigo Diz: isso é castigo não chove mais não...


PATATIVA DO ASSARÉ
TRISTE PARTIDA

O sistema climático é complexo, não linear e, à luz do conhecimento atual dos fenômenos físicos, não é possível predizer com baixo grau de incerteza como o sistema reagirá em relação a todas as alterações a que ele está sujeito.


LUCI HIDALGO NUNES (2009)
IN POPULAÇÃO E MUDANÇA CLIMÁTICA: DIMENSÕES HUMANAS DAS MUDANÇAS AMBIENTAIS GLOBAIS

O tratamento do clima urbano, como um dos componentes da qualidade ambiente, não poderá ser considerado insignificante para o mundo moderno.


CARLOS AUGUSTO DE FIGUEIREDO MONTEIRO
TEORIA E CLIMA URBANO (1976)

Ninguém sabe exatamente o que move o pêndulo climático.


BRIAN FAGAN
O AQUECIMENTO GLOBAL: A INFLUÊNCIA DO CLIMA NO APOGEU E DECLÍNIO DAS CIVILIZAÇÕES (2009)

É impressionante como o cheiro que exala do solo recém molhado pela chuva me faz lembrar de minha avó. Lembro-me de vê-la falar....Esta é melhor para se beber, é água de chuva.


CHARLEI APARECIDO DA SILVA
Dissertação da Mestrado (2001)

O estudo do tempo e do clima ocupa uma posição central e importante no amplo campo da ciência ambiental.


J.O. AYOADE
INTRODUÇÃO À CLIMATOLOGIA PARA OS TRÓPICOS (1991)

Quando o juazeiro flora, em novembro, é sinal de inverno tardio.


JOSÉ ERASMO BARREIRA
SERTANEJO DE 67 ANOS DE QUIXADÁ
PROFETA DO CLIMA

Configura-se, assim, o eterno dilema da Climatologia Geográfica: primeiro destruir para depois recompor ou ir direto a gênese dos fenômenos?


JOÃO AFONSO ZAVATTINI E MARCOS NOBERTO BOIN
CLIMATOLOGIA GEOGRÁFICA: TEORIA E PRÁTICA DE PESQUISA (2013)

...devemos prosseguir em atividade, trabalhando com os meios ao nosso alcance pois há uma tarefa enorme a realizar, cujas perspectivas são ilimitadas, sobretudo nas latitudes tropicais onde tanto está ainda por investigar no domínio atmosférico.


JOSÉ BUENO CONTI
CIRCULAÇÃO SECUNDÁRIA E EFEITO OROGRÁFICO NA GÊNESE DAS CHUVAS NA REGIÃO LESNORDESTE PAULISTA (1973)

Mandacaru Quando fulora na seca É o sinal que a chuva chega No sertão


ZÉ DANTAS E LUIZ GONZAGA
O XOTE DAS MENINAS

"Crise climática ameaça tornar ciclones bomba frequentes na Região Sul" - Entrevista Prof. Dr. Francisco Eliseu Aquino (UFRGS)

Climatologista alerta que aquecimento global já prolonga estiagem e provoca eventos extremos de chuva e vento na Bacia do Rio da Prata.



"A Bacia do Prata sempre foi uma região onde surgem ciclones. Entretanto, o que estamos observando, é que, com a mudança da circulação atmosférica entre o trópico e a Antártica, os ciclones podem ficar mais intensos, mais perigosos. Por isso, chama a atenção dois ciclones bomba em uma semana, com danos significativos para a população", disse o Professor Dr. Francisco Eliseu Aquino Climatologista e pesquisador da UFRGS.



Confira a entrevista em: https://projetocolabora.com.br/ods13/crise-climatica-ameaca-tornar-ciclone-bomba-frequente-na-regiao-sul/?fbclid=IwAR3TaTWCwodgRLVnyFMiJ91j6nMwSRmies3IEKMQYTeRIJrKN9sF-_CYqsI



Fonte: VALPORTO, O. Crise climática ameaça tornar ciclones bomba frequentes na Região Sul. Projeto Colabora. Acessado em 24 jul 2020. Disponível em: .



Acompanhe a Associação Brasileira de Climatologia nas redes sociais:

Facebook [https://www.facebook.com/abclimatologia]

Instagram [@abclimatologia]

YouTube [https://www.youtube.com/channel/UCX9jkpyF3Ou5xayX2prQ9vg]

Filie-se pelo site www.abclima.ggf.br

© 2020 - ABClima - Todos os direitos reservados.
Idealização e desenvolvimento: Charlei A. da Silva (2013/2014)
Programação: Excla!m