Os ventos começavam a soprar mais espertos e como agitavam as almas das coisas, arrancando do torpor para a vida.


GRAÇA ARANHA
TRECHO DO ROMANCE CANAÃ

...devemos prosseguir em atividade, trabalhando com os meios ao nosso alcance pois há uma tarefa enorme a realizar, cujas perspectivas são ilimitadas, sobretudo nas latitudes tropicais onde tanto está ainda por investigar no domínio atmosférico.


JOSÉ BUENO CONTI
CIRCULAÇÃO SECUNDÁRIA E EFEITO OROGRÁFICO NA GÊNESE DAS CHUVAS NA REGIÃO LESNORDESTE PAULISTA (1973)

...podemos extrair vários pontos de relevância na abordagem geográfica do clima.


CARLOS AUGUSTO DE FIGUEIREDO MONTEIRO
O ESTUDO GEOGRÁFICO DO CLIMA (1999)

Não é possível qualquer explicação do clima sem a associação dos vários fatores determinantes e que se conjugam.


MARIA JOSÉ ARAGÃO
HISTÓRIA DO CLIMA (2009)

...para o geógrafo, considerar o clima como sendo resultado de uma média é transformá-lo em uma generalização.


ERCÍLIA TORRES STEINKE
CLIMATOLOGIA FÁCIL (2012)

...Os estudos de clima urbano têm sido justificados pela expressão que as cidades tomaram nos últimos anos...


MARGARETE C. DE COSTA T. AMORIM
IN OS CLIMAS DAS CIDADES BRASILEIRAS (2002)

Ao longo dos séculos, os observadores do céu, como agricultores, pastores e navegantes, acumularam conhecimentos práticos que permitiram compreender melhor as mudanças do tempo.


PROJETO BRASILEIRO PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA: O TEMPO E O CLIMA (1980)

Em nenhuma parte do mundo o regime de precipitação pluviométrica é distribuído igualmente.


EDMON NIMER E ANA MARIA P.M. BRANDÃO
BALANÇO HÍDRICO E CLIMA DA REGIÃO DOS CERRADOS (1989)

...o ambiente atmosférico é corresponsável na diversificação espacial do complexo geográfico..


WALTER CECILIO BRINO
CONTRIBUIÇÕES À DEFINIÇÃO CLIMÁTICA DA BACIA DO RIO CORUMBATAÍ...(1973)

O sistema climático é complexo, não linear e, à luz do conhecimento atual dos fenômenos físicos, não é possível predizer com baixo grau de incerteza como o sistema reagirá em relação a todas as alterações a que ele está sujeito.


LUCI HIDALGO NUNES (2009)
IN POPULAÇÃO E MUDANÇA CLIMÁTICA: DIMENSÕES HUMANAS DAS MUDANÇAS AMBIENTAIS GLOBAIS

Curso de Verão na Universidade de Oxford

O St Cross Centre for the History and Philosophy of Physics (HAPP) https://www.stx.ox.ac.uk/happ/centre-history-and-philosophy-physics-happ está oferecendo um curso de verão em História da Física: instrumentos científicos e física ambiental, o qual procura contribuir para a compreensão do desenvolvimento da ciência do clima recente, explorando o papel desempenhado pelas ciências físicas. A mudança climática tem sido uma preocupação importante para os historiadores da ciência desde meados da década de 1990.

As sessões do curso de verão vão se concentrar em várias ferramentas e técnicas científicas, incluindo aquelas usadas para investigar e representar o clima, que liga a pesquisa científica para o desenvolvimento e comércio de instrumentos especializados.

Haverá, ainda, visitas ao Museu da História da Ciência na Universidade de Oxford e ao Laboratório Rutherford Appleton.

O programa provisório pode ser acessado pelo endereço: https://weblearn.ox.ac.uk/.../HAPP/summer-school-programme.pdf

Curta a página da Associação Brasileira de Climatologia no www.facebook.com/abclimatologia

© 2018 - ABClima - Todos os direitos reservados.
Idealização e desenvolvimento: Charlei A. da Silva (2013/2014)
Programação: Excla!m