Os ventos começavam a soprar mais espertos e como agitavam as almas das coisas, arrancando do torpor para a vida.


GRAÇA ARANHA
TRECHO DO ROMANCE CANAÃ

...olha vai chover, depois vai fazer frio, os paturis estão passando. Não esquece de levar blusa!


DONA HELENA
CONHECIMENTO POPULAR...CARINHO DE MÃE

Los temas estudiados por La climatologia están intimamente entremezclados com los hechos que se producen em La vida de todos los dias.


A. AUSTIN MILLER (1957)
CLIMATOLOGIA

Ninguém sabe exatamente o que move o pêndulo climático.


BRIAN FAGAN
O AQUECIMENTO GLOBAL: A INFLUÊNCIA DO CLIMA NO APOGEU E DECLÍNIO DAS CIVILIZAÇÕES (2009)

Configura-se, assim, o eterno dilema da Climatologia Geográfica: primeiro destruir para depois recompor ou ir direto a gênese dos fenômenos?


JOÃO AFONSO ZAVATTINI E MARCOS NOBERTO BOIN
CLIMATOLOGIA GEOGRÁFICA: TEORIA E PRÁTICA DE PESQUISA (2013)

O sistema climático é complexo, não linear e, à luz do conhecimento atual dos fenômenos físicos, não é possível predizer com baixo grau de incerteza como o sistema reagirá em relação a todas as alterações a que ele está sujeito.


LUCI HIDALGO NUNES (2009)
IN POPULAÇÃO E MUDANÇA CLIMÁTICA: DIMENSÕES HUMANAS DAS MUDANÇAS AMBIENTAIS GLOBAIS

...devemos prosseguir em atividade, trabalhando com os meios ao nosso alcance pois há uma tarefa enorme a realizar, cujas perspectivas são ilimitadas, sobretudo nas latitudes tropicais onde tanto está ainda por investigar no domínio atmosférico.


JOSÉ BUENO CONTI
CIRCULAÇÃO SECUNDÁRIA E EFEITO OROGRÁFICO NA GÊNESE DAS CHUVAS NA REGIÃO LESNORDESTE PAULISTA (1973)

...Quando um estreito frio, ou que ameaçava chuva, elas davam anúncio, uma dor surda, mas bem penosa, e umas pontadas.


JOÃO GUIMARÃES ROSA
TRECHO DO ROMANCE NOITES DO SERTÃO

Conhecer a atmosfera do planeta Terra é uma das aspirações que vêm sendo perseguidas pela humanidade desde os tempos mais remotos.


FRANCISCO MENDONÇA E INÊS MORESCO DANNI-OLIVEIRA (2007)
CLIMATOLOGIA:NOÇÕES BÁSICAS E CLIMAS DO BRASIL

Qualquer classificação climática deve acompanhar de perto a realidade viva.


MAX SORRE
OBJETO E MÉTODO DA CLIMATOLOGIA (1934)

Nota de falecimento: Profa. Dra. Maria da Graça (UFSM)

Com pesar a Diretoria da ABClima comunica o falecimento da professora Maria da Graça Barros Sartori. Graduada em Geografia Licenciatura pela Universidade Federal de Santa Maria no ano de 1972, tornou-se Mestre em Geografia Física pela USP em 1976 e Doutora em 2000.

Docente da Universidade Federal de Santa Maria por muitos anos aposentou-se como Professora Titular, mas nunca deixou de atuar, de pesquisar e contribuir com a Climatologia brasileira. Nos Cursos de Geografia, Licenciatura e Bacharealdo, e no Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFSM ao longo de sua vida formou mais de uma dezena de alunos e alunas, sob sua orientação muitos foram aqueles que se apaixonaram pela Climatologia, optaram por pesquisar em Climatologia. Orientandos seus hoje estão trabalhando com Climatologia no Brasil e dando continuidade ao seu trabalho, sinal de frutos que germinaram.

A pesquisadora Maria da Graça tinha como ideal pesquisar o Clima do Rio Grande do Sul, envolvendo ambientes rurais e urbanos. Aguerrida e esperançosa deixa inacabado o projeto "A dinâmica climática no espaço geográfico sul-riograndense e as relações clima-saúde, clima-produção agrícola e clima-cidade"

Pró-ativa participou da fundação da ABClima, como sócia-fundadora era integrante do Conselho Editorial da Revista Brasileira de Climatologia. Assim a Diretoria da ABCLIMA (Gestão 2012-2014) deseja nesse momento manifestar condolências à família.

A imagem que fica para aqueles que a conheceram é de uma imagem de uma mulher íntegra, forte, corajosa, elegante, além de excelente professora e pesquisadora.

A Diretoria da ABCLIMA

© 2018 - ABClima - Todos os direitos reservados.
Idealização e desenvolvimento: Charlei A. da Silva (2013/2014)
Programação: Excla!m